Como seria bom

Blog do Renato Nalini

Como seria bom para o ambiente se o “desmatamento zero” fosse uma verdade, um compromisso e não uma intenção retórica. Como seria bom se o artigo 225 da Constituição da República fosse de fato observado e não mera proclamação. Como seria bom se a Encíclica do Papa Verde, Francisco, fizesse as pessoas refletirem sobre os contínuos e inclementes maus tratos infligidos sobre a natureza.

Mas a verdade é que as expectativas em relação ao acordo que o Brasil celebraria com os Estados Unidos na recente visita presidencial se frustraram. Nada mais do que o mesmo. Insosso, inconsistente, falível e falacioso. Velhos propósitos de redução do desmatamento. Como se algo de efetivo estivesse a ser feito para coibir a devastação acelerada.

Como seria bom se a educação ambiental fosse uma política pública séria, a envolver todas as pessoas, todos os entes estatais, todas as organizações, empresas, grupos e instituições…

Ver o post original 211 mais palavras

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s