O reino da imaturidade

Blog do Renato Nalini

A falência no processo educacional conduz a criança, um ser inteligente, criativo e suscetível de se transformar num adulto responsável, a se converter num eterno infante. A humanidade adulta está em via de extinção, em proveito do reino generalizado da imaturidade. A regra é o consumo, a igualdade, a fruição de direitos sem compromisso com sua conquista.

Tudo é exigível, tudo é obrigação do Estado e o indivíduo é o ser voraz, que nasceu com a integralidade de direitos que não o saciam, pois a insatisfação é permanente. A Democracia contemporânea se embriagou de consumo. Consome-se como expressão de liberdade. Daí o desespero dos que não conseguem frear o uso da droga.

A liberdade significa a possibilidade de se envenenar, de usufruir de todas as sensações, sem freios, sem constrangimentos, sem reservas. Confundem-se o ideal democrático e o ideal do consumo, em que mesmo as pessoas são sujeitos e objetos…

Ver o post original 272 mais palavras

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s